Para a maior parte das pessoas têm se tornado cada vez mais difícil economizar, já que em todos os lugares vemos anúncios do “celular do ano” ou do novo festival de comida mexicana daquele restaurante famoso… Somos diariamente tragados para o “buraco negro da informação” que nada mais é senão toda essa publicidade, presente em todos os lugares onde estamos.

As tentações para perder o controle financeiro são diversas, mas as vantagens de se manter na linha são muitas (e ainda mais tentadoras)…

Neste artigo, daremos 5 dicas simples de como economizar dinheiro sem perceber e você verá a diferença que essas atitudes farão no fim do mês e até mesmo para o seu futuro próximo.

Confira:

1) Identifique seus gastos e entenda para onde seu dinheiro vai:

É mais comum do que se pensa chegar ao fim do mês sofrendo com a falta de dinheiro e nem se dar conta de onde a renda mensal foi parar…

Antes de começar a fazer qualquer coisa você precisa planejar. E sim, na maioria das vezes isso significa colocar no papel “o que” e “onde” você gastará “X quantia”.

Pode ser que você pense: “ah, mas aquele docinho de 3 reais não vai fazer diferença no fim do mês”, mas não se engane: a realidade pode ser totalmente diferente. É possível que você compre esse doce todos os dias acreditando tratar-se apenas de uma pequena exceção, mas quando se der conta: o inocente docinho já lhe custará R$60 reais por mês, tornando-se assim um custo fixo de valor que poderia ser destinado a coisas mais importantes.

Por isso, é de suma importância que nesse exercício você coloque no papel absolutamente tudo a respeito de cada centavo que você gasta. Dessa maneira, ficará mais fácil cortar gastos e identificar para onde o seu dinheiro está indo.  

Essa atividade fará uma enorme diferença, já que assim sendo você conhecerá os seus pontos fracos e aprenderá a se policiar no dia a dia.

2) Estabeleça metas de curto, médio e longo prazo:

Nós sabemos que essa dica é praticamente a primeira dica para se conquistar qualquer coisa em qualquer área da sua vida, mas especialmente na área financeira estabelecer metas mudará completamente a maneira como você vê o seu dinheiro.

Estabelecer metas pessoais de curto, médio e longo prazo são importantes para se ter um “norte” e mais ainda para traçar quais passos devem ser seguidos para alcançar os objetivos…

Agora, você já pensou em estabelecer metas de compra?

Exatamente isso. Metas de compra. E não, não estamos nos referindo a um carro, uma casa ou um jatinho, mas sim de metas simples de compra.

Como devo fazer?

Vamos a um exemplo prático:

Se a sua mochila rasga de maneira que não pode ser consertada, obviamente, você precisará de uma nova, certo? Normalmente, você simplesmente compraria uma mochila nova. Muito provavelmente, até mesmo comprometendo seu planejamento financeiro para aquele mês.

Quando a mochila é uma meta de compra, você a terá em mente sempre que pensar em gastar a mais com algo, seja um artigo desnecessário ou um almoço em um restaurante caro…

E, pensando na mochila, você poupará inconscientemente todos os dias de várias maneiras e, se você seguir à risca, ainda sobrará dinheiro para investir.

Essa dica também vale para pequenas conquistas: entrar na academia, começar um curso de dança, fazer uma viagem curta ou mesmo uma sexta feira animada com os amigos… Independente do que seja, o importante é manter o foco.

3) Necessidades básicas em primeiro lugar:

Essa é uma dica rápida, prática e que talvez você até já conheça, mas costuma ignorar…

Chegou a hora de parar, pensar e fazer!

É simples: nós, seres humanos, temos necessidades básicas como: comida, abrigo, higiene e vestimenta.

Essa é a base da sua pirâmide de necessidade e o que você deve colocar como prioridade na hora de se planejar financeiramente.

Atenção: não é porque vestimenta é uma necessidade básica que você deve comprar aquela calça da moda sempre que lançar uma nova coleção. São perguntas básicas: você possui roupas suficiente para ir trabalhar uma semana inteira, colocá-las para lavar no fim de semana e ainda restam algumas para que você use na semana seguinte? Você possui pelo menos três composições para sair com os amigos e uma composição mais formal? Se a resposta foi “sim” para as duas perguntas, por enquanto você não precisa comprar mais roupas, o mesmo se aplica para calçados, meias e roupas de baixo.

E os outros níveis de necessidade?

A segunda seção é educação, então aqui vem o investimento em cursos, palestras, livros e outros. E a terceira seção são as contas variáveis como telefone e internet. Lembre-se: água, luz, aluguel e gás fazem parte da primeira seção pois estão ligadas diretamente com suas necessidades básicas.

A quarta seção você vai construir de acordo com o seu estilo de vida, para algumas pessoas é a doação mensal para uma instituição, para outras pode ser aquele tratamento estético ou ir em algum restaurante ou aquele presente para  a namorada/esposa, enfim, essa fica por sua conta.

Na quinta você vai encaixar a dica anterior e vai estar sua “meta de compra”, como falamos, pode ser qualquer coisa. Dessa forma, você terá claro que todo o resto tem que funcionar para que você alcance sua meta.

Pense nessa pirâmide invertida, as necessidades básicas terão um espaço maior, logo é pra elas o maior destino do seu dinheiro e é importante que o valor gasto vá diminuindo na pirâmide. Se você gasta mais com o presente da namorada do que com as suas contas fixas: algo está errado!

4) Por que a Persistência é um fator decisivo:

Normalmente, as pessoas que decidem economizar, guardar dinheiro e etc., acabam se frustrando na primeira semana ou no primeiro pagamento e simplesmente chegam à conclusão que o dinheiro não dá. Claro que essa é uma decisão precipitada, já que por falta de planejamento elas nem sequer tiveram tempo de vivenciar a experiência.

A persistência parte da importância de acreditar.

Acredite nas suas metas e objetivos. Talvez o último item da sua pirâmide fique lá por um, dois, três ou até oito meses, e você pode acreditar que nunca vai conseguir, desistir e acabar perdendo o dinheiro que acumulou durante o tempo de espera…

Pense que é complicado no início, mas as recompensas que essas pequenas atitudes trarão para a sua vida são extremamente recompensadoras. Por isso, persista!

5) A palavra de ordem é Disciplina:

Mais importante do que a persistência é a disciplina, então, mantenha o foco nos seus objetivos e pense em onde você quer estar daqui a 5 anos. Isso lhe dará o combustível necessário para não negligenciar sua vida financeira.

Esperamos que esse artigo tenha sido útil e esclarecedor para você! Acompanhe esse e outros conteúdos através das nossas redes sociais e se você está precisando de crédito, mas não sabe mais onde procurar e não quer ter que lidar com os juros altíssimos dos bancos… Baixe agora mesmo o aplicativo Mutual disponível para dispositivos Android e iOS e mude a sua história!

Posted by Leonardo Rebitte

Leonardo Rebitte é graduado pela FGV em Administração com qualificação profissional em Recursos Humanos pela mesma Instituição, membro do CRA-RJ (Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro) com 20 anos de experiência em Tecnologia, Seguros, Cobrança e Serviços Financeiros, implementando tecnologias, processos e gerenciando projetos para: Citibank, American Express, Volkswagen, Embratel, Portugal Telecom…

Em 2016 fundou a http://mutual.club, a primeira plataforma a permitir o empréstimo entre pessoas através de Instituição Financeira. Recebeu vários prêmios e participações: Bradesco – InovaBRA, Santander Fintech Venture Days e Ciab Fintech Day 2016 and 2017 pela Febraban.

2 Comments

  1. […] artigo 5 Dicas para Poupar dinheiro e manter sua vida financeira saudável, você aprendeu como funciona a Pirâmide Financeira e como dividi-la através de gastos… […]

    Responder

  2. […] artigo 5 Dicas para Poupar Dinheiro e manter sua vida financeira saudável, você aprendeu como fazer a sua pirâmide financeira e também aprendeu que objetivos nem sempre […]

    Responder

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *