Entenda a importância de uma vida financeira saudável na hora de solicitar o crédito pessoal.

O primeiro passo para pedir um empréstimo pessoal com segurança é possuir uma vida financeira organizada. Nós sabemos que esse termo pode soar bem genérico, mas em geral significa que você deve manter uma saúde financeira em dia, já que nunca se sabe quando um imprevisto surgirá e você irá precisar de um empréstimo.

Nesses casos, as financeiras são implacáveis. Por isso, não há “caminho do meio” ou atalhos: para não correr o risco de, na hora que você mais precisar, ter o seu crédito negado, é necessário manter uma rotina de gastos que permitam que você não tenha todo o orçamento comprometido. Saiba como se planejar!

1) Organize suas finanças e mantenha sua vida financeira saudável

As instituições financeiras levam em consideração vários fatores na hora de aprovar ou reprovar uma solicitação de empréstimo, dentre eles está claramente a sua movimentação no(s) banco(s), o seu Score e, é claro, se você está ou não inadimplente.

Essas informações você provavelmente já sabia, mas o que você não sabia é que sua proposta de crédito pessoal ou pedido de empréstimo também é avaliada de acordo com a sua vida financeira, organização de receita e gastos.

Isso quer dizer que não adianta você ganhar 10 mil reais, se os seus gastos forem iguais ou superiores à sua receita. Ou seja, mesmo que você tenha um salário alto, isso não faz de você um “bom pagador” para as instituições financeiras. É mais comum do que se imagina ter o crédito ou proposta de empréstimo recusados apesar de ter o “nome limpo” e “ganhar bem”.

No artigo 5 Dicas para Poupar dinheiro e manter sua vida financeira saudável, você aprendeu como funciona a pirâmide financeira e como dividi-la através de gastos. Recapitulando: quanto maior a necessidade, mais você gastará com aquele categoria da sua vida.

Agora, você utilizará aquela mesma pirâmide para separar os seus gastos por porcentagem, vamos lá:

  • Pense no seu salário como um gráfico pizza;
  • Metade dele deve ser destinado a necessidades básicas: moradia, alimentação etc;
  • Um quarto dele será dividido para contas fixas como internet e telefone e outros gastos (como, por exemplo, seu objetivo de curto prazo e o presente para a namorada/esposa);
  • O quarto restante você deve investir.
2) Mantenha seu Score Serasa atualizado

Já no artigo Saiba o que é Score e aprenda a como melhorar o seu, nós explicamos para você o que é e como atualizar o seu Score Serasa. Essa dica é simples e prática: siga o passo a passo que ensinamos no outro artigo para atualizar seu Score e você terá em mãos uma boa pontuação, dessa forma, sua proposta de empréstimo ou crédito se tornará cada vez mais irrecusável.

Por que o Score é importante na hora de pedir um empréstimo?

Como você já sabe, o Score é a sua reputação como pagador e é claro que essa pontuação influencia diretamente na hora de pedir um empréstimo, por isso, mantenha suas dívidas ativas em dia, evite contrair novas e mantenha seu Score sempre atualizado.

3) Pare de inventar desculpas para começar a investir

“Ah, mas eu não consegui poupar ou investir esse mês por ‘N’ motivos”. Pare agora mesmo de fazer isso!

Estudos indicam que a maioria das pessoas que pedem empréstimo tem dois objetivos: quitar dívidas e investir em algum projeto pessoal. Esses são dois motivos muito importantes na vida de qualquer pessoa e você não pode abrir mão deles.

Na hora de pedir um empréstimo, se conforme com o que foi recomendado. Você tem poupado, evitado gastos desnecessários e mantido uma vida financeira saudável, tudo isso para melhorar o Score. Então, você terá guardado parte do dinheiro que precisa para o seu objetivo, diminuindo assim o valor do empréstimo e minimizando a possibilidade de inadimplência ou atrasos.

Hoje você está fazendo um empréstimo, mas se você manter sua saúde financeira como prioridade logo você será um investidor e estará emprestando para as pessoas. Pense assim e mantenha o foco.

Este artigo foi útil para você?

Esperamos que esse artigo tenha sido útil e esclarecedor para você! Fique de olho no blog da Mutual para mais assuntos como estes.

E se você ficou com alguma dúvida, pode deixar um comentário no FacebookInstagram e Linkedin!

Posted by Leonardo Rebitte

Leonardo Rebitte é graduado pela FGV em Administração com qualificação profissional em Recursos Humanos pela mesma Instituição, membro do CRA-RJ (Conselho Regional de Administração do Rio de Janeiro) com 20 anos de experiência em Tecnologia, Seguros, Cobrança e Serviços Financeiros, implementando tecnologias, processos e gerenciando projetos para: Citibank, American Express, Volkswagen, Embratel, Portugal Telecom…

Em 2016 fundou a http://mutual.club, a primeira plataforma a permitir o empréstimo entre pessoas através de Instituição Financeira. Recebeu vários prêmios e participações: Bradesco – InovaBRA, Santander Fintech Venture Days e Ciab Fintech Day 2016 and 2017 pela Febraban.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *