Aprenda a controlar os recursos financeiros necessários para atender ao dia a dia do seu negócio


Diariamente, existem despesas a serem pagas pela sua empresa e para honrar com os compromissos financeiros é necessário ter dinheiro em caixa. Parece básico saber disso quando se tem um negócio, mas nem sempre essa gestão de recursos financeiros funciona da forma que deveria no dia a dia.

Por isso, ao considerar a diferença entre as entradas e saídas de caixa é importante ter clara qual a verba necessária para manter a empresa operando no azul. Principalmente, dentro do intervalo entre investir no próprio negócio, onde há gastos com a compra de equipamentos e serviços necessários à operação, até o retorno do lucro para o caixa.

E trabalhar com um controle do capital de giro para empresas facilita na hora de acompanhar o valor que deve estar disponível para cobrir despesas de curto e médio prazo. Entre as vantagens estão:

  • Melhoria nas decisões referentes a pagamentos e parcelamentos da empresa;
  • Entendimento sobre o que mais impacta na necessidade de capital de giro;
  • Conhecimento sobre quanto dinheiro o negócio precisa ao longo do tempo.

Comece agora a fazer o controle do capital de giro da sua empresa

Criamos a planilha de capital de giro perfeita para você ter em suas mãos informações que lhe possibilitem saber qual o valor que sua empresa precisa para cobrir as despesas diárias. Essas informações vão te ajudar a decidir quanto e quando gastar o dinheiro disponível em caixa ou o que necessita ser obtido por meio de crédito empresarial.

Algumas dicas para utilizar o seu controle de capital de giro:

  1. Registre na planilha os valores de todas as aplicações mensais de seu capital, tais como estoques e valores a receber de clientes;
  2. Registre no controle os valores de todos as saídas de caixa que sua empresa tem mensalmente, incluindo fornecedores, salários, água, luz, entre outros.
  3. Reduza das aplicações (passo 1) os valores das despesas (passo 2). O resultado dessa operação é a sua necessidade de capital de giro.
  4. Analise as informações, visando direcionar ações que reduzam aspectos como o ciclo entre a compra de subsídios e a sua comercialização, possíveis dívidas de clientes, aumentem a relação entre pagar o fornecedor e receber do cliente, reduzam a necessidade de estoque e indiquem a necessidade de realização de promoções para manter o fluxo de caixa positivo.

Que tal organizar melhor as finanças do dia a dia da sua empresa? Baixe agora sua planilha gratuita de controle de capital de giro e faça um melhor acompanhamento financeiro do seu negócio.

Caso esteja precisando de uma ajudinha financeira para expandir o seu negócio, conheça nossa linha de crédito empresarial, com taxas atrativas, agilidade e processo 100% digital! Saiba mais →

 

Este artigo foi útil para você?

Esperamos que esse artigo tenha sido útil e esclarecedor para você! Fique de olho no blog da Mutual para mais assuntos como este.

E se você ficou com alguma dúvida, pode deixar um comentário no FacebookInstagram e Linkedin!

Posted by Milena Almeida

Analista de Marketing na Mutual. Formada em Jornalismo, com especialização em gestão de projetos para mídias digitais e interativas, possui experiência no planejamento, execução e gestão de estratégias de Comunicação Integrada e Marketing Digital.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *