Mesmo sem instalar um painel solar, é possível acabar com a conta de luz apenas com os rendimentos em crédito sustentável. Entenda!

Se eu te disser que você pode zerar a sua conta de luz todo mês sem a necessidade de instalar um painel solar em sua residência, você acredita? Isso pode lhe parecer estranho, ou aquelas promessas mirabolantes de investimento, mas é verdade!

Antes de entrar em detalhes, vou explicar um processo que grandes indústrias utilizam para compensar a emissão de CO2 na atmosfera: ao verificar que a adoção de medidas extremas de preservação ambiental nos processos industriais será prejudicial para a produção, as empresas utilizam um mecanismo de investimento, que consiste em  aplicar parte de seu patrimônio em iniciativas ambientais. Dessa forma, compensam a emissão de carbono, com o incentivo dado a outras instituições.

No seu caso, sendo investidor pessoa física, você também pode fazer algo semelhante. Sem a necessidade de instalar uma placa de energia solar em sua casa ou empresa, consegue zerar todos os meses o seu consumo de energia elétrica com o retorno médio que o investimento em crédito sustentável pode lhe proporcionar.

E alcançar esse feito é bem simples: ao aplicar em cotas de financiamento de energia solar, você recebe juros mensais por essa aplicação, o que para um investimento médio de 72 meses resultará em um total de juros em torno de 68% no período.

Isso significa que, levando em consideração o custo médio atual da conta de energia e mantendo um fluxo de investimento em energia solar de R$ 42.000, o investidor consegue receber o equivalente a R$ 980 mensais, entre o principal e os juros. Ou seja, se considerarmos os juros recebidos dessa operação, é o suficiente para pagar uma conta de luz de R$ 430 reais, reaplicar o restante do valor e manter um patrimônio líquido de R$ 42.000 em investimentos.

Separei abaixo alguns comparativos para que você veja como a aplicação do retorno do investimento funciona na prática:

Por que vale mais a pena trocar seu gasto de energia por rendimentos mensais

Atualmente, existe uma grande procura por investimentos em crédito que proporcionem renda passiva, onde o investidor pode contar com um dividendo mensal ou rendimentos mensais de sua aplicação para incorporar à sua renda mensal ou até mesmo para substituir alguns gastos. Podemos observar esse tipo de operação para compensar o pagamento de aluguel residencial, ou custos com financiamento de veículos, por exemplo, e até mesmo um complemento para a aposentadoria.

Aqui na Mutual, você pode trocar seu gasto de energia por rendimentos mensais, decidindo, dessa forma, retirar parte do valor para pagar sua conta ou, até mesmo, manter o fluxo de investimentos para elevar seu patrimônio.


Aplicações de menor risco para sua carteira de investimentos

Após o lançamento da modalidade de investimento sustentável, em dezembro de 2020, e alguns ajustes em nossa esteira de crédito, a Mutual lançou um produto de ponta para integradores de energia solar e clientes, com uma plataforma para solicitação do financiamento de painéis solares com mais agilidade e facilidade.

Com isso, além de toda análise de crédito do tomador, montamos um score personalizado para os integradores, trabalhando apenas com as melhores e mais estruturadas empresas do mercado de energia solar. Hoje contamos com mais de 100 integradores de energia solar em todo o território nacional.

Nesse período, foram mais de R$ 5 milhões em financiamentos realizados, com mais de 100 solicitações efetivadas, e nenhum caso de atraso persistente ou inadimplência. Isso mostra que o investimento em crédito solar se trata de uma modalidade de baixo risco a moderado. E, observando o histórico de inadimplência médio no mercado, esperamos que, em longo prazo, nossas taxas de default não cheguem a 3%.

Além disso, contamos com a alienação dos painéis solares como forma de garantia do investimento. Porém, o que proporciona maior segurança ao investir nesse tipo de operação pode ser resumido em três fatores principais:

  • Qualificação dos tomadores: são pessoas que possuem renda elevada, imóvel próprio e score de crédito acima de 800 pontos; 
  • Troca de dívida: o que proporciona um ganho em longo prazo, uma vez que os projetos buscam equilibrar o valor do financiamento em energia solar com o gasto mensal da conta de energia. 
  • Vantagem econômica: o tomador deixa de pagar a conta de luz para pagar um financiamento de 2 a 6 anos e utilizará as placas solares por um período mínimo de 20 anos, com baixa manutenção. Sem contar que nunca mais precisará se preocupar com o aumento do custo de energia e bandeiras tarifárias.

Agora que você já sabe como alcançar você também a autonomia energética com os seus investimentos em crédito, é só acessar o nosso aplicativo e conferir as oportunidades que estão disponíveis para você!

Este artigo foi útil para você?

Esperamos que esse artigo tenha sido útil e esclarecedor para você! Fique de olho no blog da Mutual para mais assuntos como este.

E se você ficou com alguma dúvida, pode deixar um comentário no FacebookInstagram e Linkedin!

Posted by Phelipe Fernandes

Consultor de investimentos da Mutual.

Com mais de 10 anos de experiência na área comercial, passando por diversos setores e seguimentos. Vendedor, Representante comercial, Gerente de Vendas, Pós Venda, Atendimento ao Cliente, Gestão de Contas, Consultor de Investimentos.

Pitch de vendas apurado, bom gestor de carteira e acompanhamento de metas.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *